O Ataque na NFL

O Ataque na NFL

Como já afirmamos em outros posts, o objetivo desta página não é apenas trazer comentários sobre cada semana da Liga durante a atual temporada, e também não se trata de uma página única e exclusivamente jornalística. Nossa intenção é introduzir ao jogo aqueles que se interessam, e assim como víamos um dia, vê um jogo muito “complicado” e diferente, e assim acaba desistindo de acompanhar. Com isso em mente, iremos descomplicar e explicar para todos, da mesma maneira que fazemos a amigos que nos perguntam dia sim e dia também sobre esse jogo maravilhoso e maluco ao mesmo tempo.

Começaremos com aquilo que interessa a todo espectador logo de cara, mas é importante destacar que um time completo na NFL é composto de 3 times, um apenas para o ataque, um para a defesa, e um de especialistas. Com algumas exceções, os jogadores são contratados e treinados para atuar em um time apenas (sendo que os especialistas podem conter também jogadores de defesa e ataque). Aqui falaremos sobre tudo isso, mas começaremos apresentando o ataque em um time da NFL, qual a função de cada jogador e como eles podem se posicionar.

Offensive Line (OL) –  Linha Ofensiva

Composta por 5 ou até 6 jogadores, dependendo da formação. Esses 5 jogadores (ou ursos), que em qualquer outro esporte seriam considerados acima do peso, são ironicamente os músculos do time. A Linha ofensiva tem como função algo bem simples, bloquear, bloquear e bloquear o adversário. Apesar de simples em conceito, a quantidade de variações possíveis é quase infinita, o bloqueio pode ser, por exemplo, para que tenha um passe, ou visando uma corrida, e até um bloqueio no qual ela esconde o recebedor do passe e passa como um verdadeiro trator por cima do adversário enquanto o recebedor corre livre, leve e solto. Sempre que ouvir a frase “a batalha nas trincheiras”, lembre-se que esta batalha ocorre na ação desses pequenos gigantes. 

A linha Ofensiva e sua função no ataque da NFL

Wide Receiver (WR) – Recebedor

Os recebedores são as principais peças ofensivas da NFL, geralmente os melhores atletas do time, os mais rápidos, mais altos, os que pulam mais alto e por aí vai. Podem se posicionar tanto nas laterais, ou até no meio do campo (demonstrado na foto). A cada jogada chamada pelo treinador, cada recebedor tem sua rota definida, e por rota entenda que cada recebedor correrá em uma direção diferente, o objetivo é se livrar dos defensores e receber o passe. Cada time tem suas jogadas pré definidas e estudadas por cada jogador, e cada jogada, geralmente tem uma rota diferente, sendo assim você pode imaginar a quantidade de informação que cada jogador carrega em sua cabeça e um simples nome de jogada faz ele ativar aquela informação e saber para onde correr, aonde ele deve estar se quiser receber a bola.

Os Wide Receivers e seus posicionamentos. Provavelmente os melhores atletas do ataque

Running Back (RB) – Corredor

Os running backs, são aqueles posicionados lá atrás, os últimos da linha de ataque. A função principal desse jogador é simplesmente correr com a bola, o motivo de sair atrás da linha é também simples. O corredor precisa dar um tempo para que a linha ofensiva abra um espaço na defesa adversária para que ele possa passar. Um corredor também pode se posicionar como recebedor, mas em sua grande maioria, os Running Backs não são reconhecidos por suas habilidades de receber a bola, mas sim pela facilidade de enxergar os buracos na defesa e correr com a bola nas mãos.

O Jogador que espera um pouquinho antes de iniciar suas ações no ataque, o Running Back

Tight Ends (TE)

Um tipo diferente de recebedor, mais reconhecido por sua força e também capacidade de receber a bola. Muitas vezes se posiciona como bloqueador extra na linha ofensiva. Um jogador que costuma correr para receber passes mais no meio do campo, mas tem evoluído muito com o tempo, hoje vemos Tight Ends que parecem verdadeiros Wide Receivers em sua habilidade atlética, mas ainda não são maioria na liga.

Posição em constante evolução, o Tight na imagem se posiciona de maneira mais tradicional, se preparando para um provavel bloqueio no ataque.

Fullback (FB)

Essa é uma posição e um tipo de jogador quase em extinção na liga. Quase nenhum elenco tem à disposição um jogador para esta posição, muitos preferem utilizar um TE para fazer o “serviço sujo”. O principal objetivo deste jogador é liderar o RB na direção correta da jogada e se apresentar como um bloqueio extra para abrir caminho na hora da corrida. Como tudo na NFL, exceções existem,  alguns também fazem parte de jogadas de passe e às vezes aparecem como surpresa em um touchdown ou outro.

Jogador quase extinto na liga, em alguns ataque na NFL, o Fullback ainda sobrevive e tem impacto positivo principalmente em jogadas de corrida

Quarterback (QB)

A menina dos olhos da NFL, nomes como Tom Brady, Aaron Rodgers, Peyton Manning são a razão da liga ser oque é hoje em dia. Os jogadores com os maiores contratos, mais caros e com mais tempo de carreira são todos Quarterbacks. Mas toda a fama e sucesso é justificada uma vez que entendemos tudo que é exigido destes jogadores em campo. São eles os responsáveis por passar para o time, a jogada definida pelo técnico, e são eles também os responsáveis por identificar as ações da defesa adversária e posicionar o seu ataque de maneira que possa acontecer uma jogada com sucesso. Os mais talentosos funcionam como uma extensão do técnico em campo, são eles que lançam a bola para os Wide Receivers, ou entregam para o Running Backs. Muito dos mais experientes, uma vez identificadas as ações da defesa são capazes de trocar a jogada e pegar a defesa de surpresa. Considerando as Major Leagues (NBA, NHL, MLB, NFL) é provavelmente o jogador mais importante para o sucesso de um time, pois a bola irá passar em sua mão em absolutamente todas jogadas de ataque, e muitos times são literalmente carregados por esse jogador, por isso seus contratos são os mais longos e valiosos da liga. Mas também são aqueles que convivem com a maior expectativa e críticas durante suas carreiras.

A grande peça do ataque de um time da NFL, a engrenagem que faz tudo funcionar, o Quarterback

Um comentário

Deixe uma resposta